sábado, 25 de agosto de 2012

Plantando problemas

O prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC) declarou em reportagem a Rádio Paiquerê AM, que o serviço de plantio de flores na cidade teria sido feito de forma irregular. De acordo com as informações, a ex-administração teria firmado uma terceirização verbal para o serviço, ou seja, não existia contrato entre o setor público e o privado para o plantio. O caso já teria sido enviado para o Ministério Pùblico.

Sema proíbe ácido no calçadão

A Secretaria Municipal do Ambiente proibiu a empresa MM de continuar usando um produto com ácido clorídrico na limpeza do calçadão. A medida foi adotada depois que uma fiscalização realizada pela Sema constatou um grande volume de ácido nas bacias de contribuição do Igapó. A prefeitura poderia aproveitar e proibir os pombos de...

Bate-papo com o prefeito

O prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC) será o entrevistado do Paiquerê Rádio Opinião especial deste sábado (25). Ribeiro estará acompanhado do secretário da fazenda Lindomar dos Santos e do secretário de Gestão Pública Denilson Novaes. O programa começa às 11h.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

UPA só vai funcionar em outubro

O secretário de saúde Edson Antonio de Souza informou que a Unidade de Pronto Atendimento da zona oeste deverá entrar em funcionamento somente em outubro. A previsão inicial era de que o atendimento começasse no dia 1º de setembro. A obra foi entregue no dia 30 de junho pelo ex-prefeito Homero Barbosa Neto, porém, após os flashes da inauguração foi revelado que a unidade não tinha mobiliário, equipamentos e o mais importante, médicos, enfermeiros e funcionários. O secretário informou que a abertura da UPA foi adiada porque a compra dos equipametos ainda não foi concluída.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Vereadores retiram nome de servidora do relatório da CEI

Os vereadores aprovaram o relatório da CEI que investigou supostas irregularidades na secretaria de educação. A comissão investigou a compra dos livros da coleção “Vivenciando a cultura afro-brasileira e indígena” e a aquisição dos kits escolares. O relatório faz diversos apontamentos, entre eles, o encaminhamento a Polícia Federal e a Receita para a investigação das empresas envolvidas no fornecimento dos kits. A CEI também pediu a abertura de procedimento para exoneração das servidoras Karin Sabec, ex-secretária de Educação, e Lucimara Campos Carrer, ex-diretora administrativa da Secretária de Educação por envolvimento na compra da coleção dos livros, considerados racistas. O relator da CEI ainda pediu a devolução dos R$ 621 mil gastos com a compra da coleção de livros pelos ex-secretários Marco Cito, Karin Sabec e Fábio Goes. Além da servidora Lucimara Carrer e o ex-prefeito de Londrina, Homero Barbosa Neto. O advogado da servidora Lucimara Carrer, doutor Fábio Augustus Gregório pediu a retirada do nome de sua cliente do relatório e foi atendimento pela maioria dos vereadores. Com votos contrários apenas de Rony Alves, Padre Roque, Joel Garcia e Antenor Ribeiro. O nome da servidora foi mantido somente no encaminhamento a corregedoria do executivo.

Domingueira só na terça

O projeto que estipula em R$1,00 a tarifa do transporte coletivo aos domingos foi retirado pelo autor por uma sessão. A matéria será discutada novamente na sessão da próxima terça-feira.

CEI das multas

O diretor de trânsito da CMTU Wilson de Jesus declarou no plenário da câmara que o resultado da sindicância sobre o suposto cancelamento ilegal de multas foi desvirtuado. Segundo ele, os funcionários apontados pelo relatório não foram chamados para dar explicações sobre os hipotéticos cancelamentos. Wilson de Jesus também criticou o fato da investigação ter sido presidida por um cargo comissionado. O vereador Joel Garcia (PP) não perdeu tempo e já informou que vai protocolar o pedido de abertura de uma Comissão Especial de Inquérito para investigar o caso.

Vereador pede cópia de sindicância das multas

O vereador Joel Garcia (PP)protocolou um requerimento em regime de urgência pedindo uma cópia completa da sindicância que apurou o suposto cancelamento irregular de multas na CMTU. O trabalho teria detectado a anulação ilegal de cerca 3.500 multas. Na conclusão, os integrantes da sindicância teriam pedido a exoneração de diretores e servidores da companhia. O diretor de trânsito da CMTU Wilson de Jesus está falando sobre o tema na câmara, neste momento.

IPTU progressivo para terrenos

   O novo Plano Diretor de Londrina está na pauta de hoje. Os vereadores vão analisar o veto parcial do executivo a nova Lei do Perímetro Urbano.
   O impasse está na emenda apresentada pelo vereador Joel Garcia (PP) que determina que o Município terá quem implementar IPTU progessivo nos terrenos vazios com mais 500m². De acordo com a prefeitura, a aplicação direta da proposta está em desacordo com o Estatuto da Cidade e a Lei Geral do Plano Diretor.
   Joel Garcia promete bater o pé na sessão para garantir a derrubada do veto.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Grupo de vereadores quer dividir relatório da CEI da Educação

   Os vereadores vão analisar na quinta-feira (23), o relatório da Comissão Especial de Inquérito que investigou supostas irregularidades na Secretaria de Educação.
   O documento vai gerar muita polêmica, já que um grupo de legisladores defende a votação separada dos itens do relatório.
   A conclusão da CEI pede inclusive a exoneração de duas servidoras da Secretaria de Educação e a devolução de R$ 621 mil aos cofres públicos.

Pesquisa Paiquerê AM - Instituto Portinari

A Rádio Paiquerê AM e o Instituto Portinari vão divulgar na próxima segunda-feira uma pesquisa sobre a corrida eleitoral em Londrina.
A pesquisa está cercada de expectativa já que a curiosidade do eleitor sobre o início da campanha na cidade é grande.
A consulta só não será divulgada se houver algum recurso dos candidatos.

Carlão na UEL FM

   Hoje, estarei participando da coluna "Novas Mídias" no jornal da UEL FM 109,7MHz.
A proposta da coluna é muito legal já que serve para a apresentação do trabalho da galera.
O programa terá início às 12h30m.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Domingueira

   O plenário da câmara aprovou em primeiro turno o projeto de lei que estabelece a tarifa do transporte coletivo a R$ 1,00 aos domingos.
   De acordo coma justificativa da matéria, a medida vai incentivar as famílias a usarem os ônibus para passeio e a visitação de parentes.
  Sinceramente, com a demora dos ônibus aos domingos, se você sair para almoçar na casa de alguém é bem provável que você chegue para a janta.
   O projeto ainda precisa passar por mais uma votação.

Dança das cadeiras


Começou a dança das cadeiras no segundo e no terceiro escalão da prefeitura.

O prefeito José Ribeiro terá que lidar com cautela para agradar dezenas de pessoas que estão na fila esperando por dias melhores.

Uma troca que já teria acontecido, vai agradar principalmente nossos amigos jornalistas. Na assessoria da imprensa da CMTU sai Leandro Rosa e entra Juliana Barbosa – que até recentemente era uma das pessoas responsáveis pelo cerimonial da prefeitura.

O ex-vereador Danilo Frisseli também estaria com os dias contados como assessor técnico da CMTU.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Rio Tibagi será discutido pelo Consema

   O secretário municipal do Ambiente Gilmar Domingues ficou preocupado com o baixo volume das águas do Rio Tibagi.
   Domingues visitou o local, no último sábado, acompanhdo do ambientalista Joãos das Águas e do integrante do Consórcio do Rio Tibagi Marcelo Canhada.
   Na avaliação da equipe, a estiagem não seria a única responspavel pelo volume das águas. Segundo eles, o problema já seria reflexo dos impactos causados pela construção da Usina Hidrelétrica de Mauá da Serra.
   O secretário Gilmar Domingues informou que o asunto será discutido na próxima reunião do Conselho Municipal do Ambiente. Domingues quer visitar a usina com os integrantes do Consema.

domingo, 19 de agosto de 2012

O dinheiro acabou!

   O secretário da Fazenda Lindomar dos Santos está preocupado com a folha de pagamento dos servidores municipais.
   De acordo com o secretário, para garantir a remuneração desse mês já foi preciso promover algumas readequações de fornecedores - medida que poderá ser acentuada nos próximos meses por causa da queda na arrecadação.